"Apenas sentimentos, refletidos através de uma conversa, filme, livros, séries, tudo aquilo que nos faz enxergar a vida de uma forma diferente e irrefletida em nossas emoções".

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Passear de ônibus

Convido a todos para um dia sair sem rumo e pegar um ônibus ou metro, mas vá passear e olhar o mundo, num dia triste, estressado, cansado, receoso, medroso ou mesmo feliz, você irá se surpreender.
Bem, quando era mais jovem, sem muita preocupação com a vida, a não ser o momento do hoje, gostava de pegar o ônibus e passear para pensar no dia-a-dia e muitas vezes tinha o fim na Ponta Negra, ir me aventurar na terra e rio, chegar ao farol do Hotel Tropical, hoje sou mais responsável (nem tanto), apenas pego um ônibus e saio a rodar, coisa de louco mesmo, sem um propósito na cabeça, mas acabo me divertindo.
Um desses dias, estava com tanta coisa na cabeça e como sortuda peguei aquele ônibus errado e fui parar no Viver Mais Longe (Viver Melhor - nome correto), quem mora ou sabe onde é, entende um pouco a piada, mas vamos lá nos divertir com meu erro.
Pois bem, tive a sorte de sentar num local estratégico, onde dava para ver tudo o que acontecia nas 3 portas do ônibus, primeiramente, não pude me conter quando uma mulher enfeitada de Lady Gaga entrou, tive que olhar pela janela, para não ficar analisando cada parte da mulher, mas isso foi logo no ínicio e ainda não tinha notado que tinha adentrado no busão errado, logo depois desta cena pitoresca em dia de sol escaldante em Manaus, percebo que no lugar de ele dobrar para a esquerda ele fez o contrário, ai pense na minha cara de desespero, mas como estava lindamente acomodada, naquele busão lotado e o celular decide tocar neste momento, a pessoa avisando que não poderia ir, ai viro e digo, que dia perfeito para passear de busão.
Me acomodei e fiquei a observar a paisagem, para acalmar o coração já agitado,  viajando realmente, quando adentra um pastor querendo converter a todos naquele momento, e para nossa alegria,  surge uma pequena confusão com o cobrador por R$ 0,25 centavos, quando a população do ônibus decide dá sua opinião também, e eu lá sentada assistindo tudo no meu camarote, nada melhor que aproveitar, quando surge a cena 2 - o ladrão kkkk, sim essa merecia o oscar, porque ninguém soube dizer se houve ou não o tal assalto ou foi apenas o desespero, onde motorista para o busão, alguém liga para a polícia, o povo descendo do busão e de repente todos voltando para o busão com cara de remela kkkk, seria hilário se não tivesse sido cômico.
Como estava cansada, chateada e também triste comigo mesmo, pude aprender nesta pequena viajem de mais ou menos 2h, que se pra mim estava difícil imagina pra quem faz essa viagem todos os dias para ir ao trabalho, estudar ou até mesmo fazer algo em outra parte da cidade, não está fácil para ninguém, mas depende de cada um a maneira como se olha.
Essa foi minha experiência.