"Apenas sentimentos, refletidos através de uma conversa, filme, livros, séries, tudo aquilo que nos faz enxergar a vida de uma forma diferente e irrefletida em nossas emoções".

segunda-feira, 8 de junho de 2015

Desafio de Leitura Nº11 - Escorted (Acompanhante)








"Por ainda ser virgem.  Isso é ridículo, estou cansada de esperar por um homem que vire minha cabeça e que depois seja tranquilo com esse detalhe inconveniente."

Meu primeiro livro hot, nunca será esquecido, não entrei na moda dos 50 tons de cinza, que por sinal ainda não li e também não assisti o filme, então me surpreendi por ler esse todo, sem nenhuma critica aparente ao seu conteúdo bem hot, mas foi tão bem escrito essas cenas, que qualquer pessoa pode tentar reproduzir ( porque não) kkkk, já dei ideias né!!!
"Algumas mulheres, são tímidas demais para ter um orgasmo e outras apenas têm experiências com homens que não sabem como agradá-las.  Com todo o erotismo da atual cultura popular, muitas mulheres criam expectativas irreais sobre o que o sexo deveria ser.  Então, quando suas experiências reais não coincidem com as fantasias de ficção, acabam achando que algo está errado com elas, mas a realidade é que isso não acontece magicamente, é uma infinidade de homens não sabe como agrada o corpo de uma mulher - mesmo que realmente queiram."

O encontro de Lori com Ander foi uma transação comercial, um desejo impulsivo de uma mulher com 26 anos, com uma carreira bem estruturada, como escritora de romances, que escreve cenas hots nos seus livros, mas que deseja ter a experiência, e desta forma ela decide contratar um acompanhante que é o Ander, um homem lindo, traumatizado e inteligente, tudo o que uma mulher procura, sem contar que sabe satisfazer uma mulher como ninguém.

"Eu não estou lhe dizendo que eles são todos uns idiotas, só estou querendo dizer que é mais comum para eles se focarem no que eles querem na hora do sexo em vez de garantir que você obtenha o que deseja."

Desde o primeiro encontro, que Lori decidiu que não tivesse nenhum fingimento, fosse mais realista possível, e de uma forma um tanto leve a autora nos faz entender esse mundo diferenciado, e também nos faz sim se apaixonar por um Ander que ela sempre deixa sublinhado, e viver um pouco desta aventura de se ter um acompanhante para lhe satisfazer todas as suas necessidades sexuais.
Nos surpreendemos com a Lori pela sua maturidade, sendo que ela tem zero de experiências em relacionamentos pessoais, viveu por longos anos tendo uma paixão platônica pelo seu melhor amigo, e também com sua prima Sabrina que sempre aparece para lhe tentar abrir os olhos em relação ao seu acompanhante e um sonho de viver o filme: Uma linda Mulher, e sim me apaixonei pelo Ander, ferido, aquele homem que tem tanto escondido dentro de si, que ainda necessita de amor, que não sabe o que é ser desejado pelo que é e não pelo seu corpo, pela sua preocupação e cuidado, nossa ele foi divino.

"Mas as coisas nem sempre têm que ser complicadas, e nem tudo tinha que acontecer ao mesmo tempo."