"Apenas sentimentos, refletidos através de uma conversa, filme, livros, séries, tudo aquilo que nos faz enxergar a vida de uma forma diferente e irrefletida em nossas emoções".

terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Eu sou Livre...

Essa sexta precisa melhorar, desde o momento que levantei às coisas estão ocorrendo errado, primeiro a cantada cafona do motorista do ônibus “Gostosa quer ficar comigo" , apenas respondi “Você não faz meu tipo”.
Quando chego no trabalho, já vem logo a chefe me chamar “ Isso é Hora” “Tens que corrigir uns trabalhos” e “ Demarque seus compromissos, hoje teremos um Happy Hour da diretoria” essa ultima frase me arrepiou, pensa um monte de executivo engravatados disponível, serei hoje feliz com bebida a vontade!!
Fim do expediente, corto ao banheiro para dá uma ajeitada na cara e fazer um Make Up, e ver se ainda sou tão gostosa e mandou um beijo e falo “Vá lá e arrase”.
Quando, chegamos ainda está meio morto, fui logo fazer uma boquinha e me atualizar “ paquerar” e já como m o meu copo cheio, vou me alegrando, lá pelas tantas, vou ao salao de festa e o DJ começa a tocar as melhores, começo a dançar quando sinto uma mão forte me pegando pela cintura, viro e vejo o homem mais delicioso, aquele momento que você pensa que Zeus veio a terra, para procriar kkkkk.
Continuamos dançando, num agarra fatal, eu já ficando molhada, quando sinto sua protuberância e dai já vem o desejo e tesão de ter aquilo tudo pra mim, quando o DJ para, sinto que é o momento de me refrescar, enquanto deixo ele na vontade, saio em busca de um banheiro, quando entro, só sinto um puxão e aquela boca na minha, minha perna direita vai o enlaçando, quando percebo suas maos já escorrendo pelas minhas pernas e sua mão brincando na minha calcinhas, começo a rebolar enquanto o morro no pescoço e tiro sua camisa, quando o seu dedo me penetra num vai e vem louco, quase me levando ao orgasmo, me Afasto e vou em direção de sua braguilha abro e vejo toda aquela protuberância grossa em minha frete e começo a lamber num vai e vem rápido e constante, sinto suas mãos em lançando meus cabelos, quando eu vejo escorrer seu gozo paro e o empurrou em direção ao vaso sanitário, enquanto ele coloca o preservativo eu vou me posicionando, me sentindo toda preenchida em busca do orgasmo, que quando chega eu grito, saio o beijando, me arrimo e volto para a festa, como se nada tivesse acontecido, ainda com minhas pernas bambas, dançando só sinto seus olhos enquanto toma seu copo de uísque.