"Apenas sentimentos, refletidos através de uma conversa, filme, livros, séries, tudo aquilo que nos faz enxergar a vida de uma forma diferente e irrefletida em nossas emoções".

quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

Reveillon em 2014/2015

Você se organiza para ir curtir uma noite de som com parte de sua família, mas as grandes surpresas são essas os momentos em que não planejamos.
Lancheiras todas já organizadas ( Patê de Atum, Sanduíches, Bolo e a Coca-cola e a Garrafa de Água), agora é só ir para a noite e ver o que tem preparado para nós.
Primeiramente fomos todos bem ali na Zona Leste, afinal ia ter Elymar Santos e como fã que minha irmã é, queria muito assistir, e fomos afinal era noite de diversão, quem saberia o que podia ocorrer, mas chegando lá pouca gente, a dificuldade para adentrar no local pelo fato de segurança, eles olhavam para nós quatro como se estivéssemos com bombas nas térmicas e para melhorar o clima começaram com Samba, apresentação da Bateria da Sem Compromisso, você olhava ao redor todos parados só olhando, ai minha sobrinha muito sociável fez logo cara de emburrada kkkkk, sem contar que todos passavam olhavam para aquele quarteto tão diferente, e olhe que estava eu de bermuda e havaianas kkkkk.
Segue a grande aventura e vamos para a Ponta Negra, alegria de todos, principalmente de minha sobrinha, mal ela saberia o que estava para ocorrer.
A viagem foi longa, meu cunhado dirigindo a 20km/h, minha sobrinha aproveitou e dormiu e eu estava lá apenas a apressiar as músicas tão antigas quanto o tempo e o clima, chegando a Ponta Negra aquele bendito engarrafamento e a procura de um lugar para estacionar, sem contar o preço que tinha para pagar aos flanelinhas, mas conseguimos um lugar numa área reservada e lá fomos, claro depois de comer uns sandubas, estávamos todos já varados de fome.
Que multidão era aquela, tanta gente, barracas, filas imensas para comprar qualquer coisa e muita gente de todas as classes, gêneros e sei lá mas o quê kkkk.
Agora vamos para a praia, pisar na areia e curtir os fogos e o show do Monobloco que estava muito fanta kkkk, mas primeiro passar pelos seguranças que estavam esvaziando qualquer bebida em garrafa de vidro, tinha até gente brigando, pense quando o segurança ia despejar o conteúdo alguém gritando dá pra mim kkkkk, bem fomos com a multidão que estava descendo, porque já tinha uma subindo, encontrando um lugarzinho naquela multidão, ai começou os show de fogos, a galera toda tirando foto outros bagunçando, sem contar as promessas, choros e muitas outras coisinhas.
O transtorno para ir ao Banheiro, minha sobrinha que por sinal é uma pequena Paquita/Patrícia, naquela multidão não queria ir no público que estava dando voltas pela cidade kkkk, lá fomos para o tal banheiro particular ( isso existe?), onde eramos obrigado a pagar o valor de R$ 1,00 mas isso não é tudo, até chegarmos ao tal banheiro, fomos esmagadas, jogadas de um lado ao outro, aquele grande transtorno, porque o povo estava decidindo de saia ou ficava, quando chegamos perto do banheiro, ali sim a confusão era armada, uma grande multidão de homens e mulheres querendo fazer suas necessidades e não tinha condições, ai sim minha sobrinha sofreu, foi amassada no portão, chegando a chorar, e só entrou logo porque tivemos ajuda de uma moça que estava a empurrar, e ai quando a menina entra o que acontece a polícia chega e não quer deixar ninguém entrar ou sair, olha o desespero da garota kkkkk, bem parece que a menina ficou horas lá dentro, porque já estava ficando preocupada, mas no fim voltamos viva para o nosso lugarzinho.
Bem, a noite ainda não acabou kkkk.
Lá decidimos assistir o show do Skank, acabei encontrando um colega de muuuuiiiiiitttttooooo tempo, conversei um pouco com o mesmo, trocando apenas amenidades (mentes maldosas!!!!), e logo depois fomos embora, todos já cansados ou não.
O retorno sempre tem aqueles momentos inesquecíveis, você lá naquele engarrafamento para sair da Ponta Negra, para não mais do que de repente um carro do seu lado e o passageiro em plenos pulmões e emoções cantando Pablo kkkkk, sim não teve como não rir naquele momento kkkkk.
Todos dormindo no carro, menos o motorista kkkk, e assim foi a entrada de 2015 kkkkk, que venha contudo e que todos possamos conquistar o que realmente merecemos.