"Apenas sentimentos, refletidos através de uma conversa, filme, livros, séries, tudo aquilo que nos faz enxergar a vida de uma forma diferente e irrefletida em nossas emoções".

segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

Filme: Uma oração para Bobby




Esse filme foi uma indicação de um Amigo, que pouco importa sua orientação ou opção, pena que demorei um pouco para assistir, não sei falar o porque dessa indicação, pode ser por eu não ter preconceitos e ter amigos gay, por não ser aquela pessoa amanteigada ou apenas ser eu mesma.
Posso falar que vou lhe surpreender em lhe contar que me emocionei por demais, sim chorei da forma que você jamais esperava que poderia acontecer, chorei pelo preconceito ainda tão decorrente hoje em dia, chorei por diferenças existente entre pessoas, chorei por ver que um jovem pode buscar sua liberdade de uma forma, que não julgo certo, chorei porque esse filme nos trás uma visão que muitos julgarão inadequadas, colocando sempre a culpa em Deus e não neles mesmo, apenas chorei e pensei o que eu faria se fosse tanto o Bobby ou a sua mãe, como podemos nos julgar sem conhecimento, como somos ainda pessoas pré-históricas.
O fanatismo ou o preconceito, foi o que levou Bobby a tomar sua decisão, sua mãe de uma forma dominadora não quis aceitar o que pra mim é um presente um filho, sendo de que forma for sua opção sexual, um pai distante, irmãos perdidos ainda em seu mundo, e um mundo ainda desconhecido para mundos e cheios de preconceitos.
Quando tomamos a decisão de sermos diferentes seja de que forma for, muitos irão nos criticar ou desejaram nos modificar, sou diferente apenas por ser Eu, mais imagine você no mundo ainda sendo descoberto, onde o que reinava é que iriam para o fogo do inferno, pense você num Deus sem misericórdia e julgador.
Esse filme deveria ser assistido por todos, nas escolas e principalmente pelos próprios pais que ainda se encontram tão dominados pelo materialismo que chamam de socialismo, por quem julga sem conhecer o outro ser humano, ele não retrata só os gay, ele retrata a sociedade em geral, retrata você no seu mundinho perfeito que não quer enxergar o que ocorre e os sentimentos existente, retrata um capitalismo onde o se ter é maior do que o de ser.
A todos que apoiam a comunidade GLTBS, meus parabéns por lutarem por um mundo menos preconceituosos, e aos meus amigos, meu Amor a cada um, é que não deixem que pequenas barreiras se tornem grande, lutem e vivam, pois a diferença está em ser diferente em se mostrar como se é.