"Apenas sentimentos, refletidos através de uma conversa, filme, livros, séries, tudo aquilo que nos faz enxergar a vida de uma forma diferente e irrefletida em nossas emoções".

terça-feira, 3 de março de 2015

Sidney Sheldon


11 de Fevereiro 1917
30 de Janeiro 2007



Este foi meu primeiro amor, aquele que fez ter uma visão mais ampla do que é ser mulher e do que realmente desejar de um homem.
Posso passar horas a falar deste grande escritor, principalmente sobre as suas heroínas e mesmo assim só quem é fã me compreenderia.
O Sidney foi meu companheiro fiel da minha adolescência, foi através dos seus livros que ele me fez acreditar em mim mesma e enxergar a vida de mil maneiras, me fez ter vontade de sempre me superar, de tentar ser superior aos que tanto tentavam me moldar, tentar e desejar minha evolução como mulher e ser humana, ele fez com que eu pudesse acreditar no ser humano e não só enxergar os seus erros, mas sim suas qualidade e que todos nós mereceríamos uma segunda chance.
O Sidney me foi apresentado através de uma amiga, que me ensinou o gosto e o prazer de ler, o aprendizado constante, que se adquire através da leitura, onde faz com que nos transformemos em formadores de opinião.
Hoje, só posso falar que o Sidney esteve presente sem saber, em todos os momentos de minha vida, chegávamos a comemorar seu aniversário e também choramos com sua morte, mas seja de qual forma for ele sempre estará presente, pois é um dos poucos escritores que realmente entende a alma feminina.