"Apenas sentimentos, refletidos através de uma conversa, filme, livros, séries, tudo aquilo que nos faz enxergar a vida de uma forma diferente e irrefletida em nossas emoções".

terça-feira, 10 de março de 2015

Meu primeiro lido através da Amazon.com.br






"Que o melhor Peão humilhe o Rei adversário".

Nunca tinha utilizado a Amazon.com.br, para baixar nenhum livro, só escutava diversos comentário: o quanto é barato e a variedade de livros é espetacular, então vamos comprovar e também matar a dita curiosidade.
Não sei o porque ter escolhido este livros, acho que o Título me chamou atenção ou será que foi a sinopse, não importa agora no momento, só o que ele me deixou é que me faz imaginar a importância do desconhecido.
O autor é uma daquelas pessoas que nos faz pensar o que é certo ou errado, sendo que muitas vezes o errado é certo para outros e também nos leva a refletir sobre questões religiosas, eutanásia e homossexualidade.
"O amor não é o único sentimento doloroso que já senti, mas com certeza foi o mais forte, capaz de imobilizar toda a minha alma, de me fazer incompleto"

Esse livro tem um estória/história que mexe conosco, fazendo com que possamos encontrar uma resposta a tanto questionamento, não apenas no jogo de xadrez, mas sobre os nossos questionamento sobre a vida em si.
Sendo o autor Brasileiro, e ainda se passar em uma cidade fictícia como "Jardim dos Córregos", suas escrita ser tão complexa e também simples, que nos leva aos grandes autores Internacionais, fazendo com que possamos enxergar um novo grande escritor.
Mas, agora vamos falar um pouco sobre os personagens e também sobre a sinopse em si.

"Era como um genuíno pokerface".

O personagem principal se chama Bernado Feuerstein, um jovem de 17 anos, acusado de ter matado e também manter relações sexuais com a jovem Samantha Muller da mesma idade, que se encontrava em coma por 4 meses, sendo ela da família abastada conhecida como dona da metade do Estado, o psicólogo forense Sr. Fernão Mazzari, com uma conduta e profissionalismo impecável, tendo como detetive o Sr. Carrara, não posso esquecer o nosso arqueólogo o Sr. César Mórloque e sua deslumbrante estória/história de uma expedição na Amazônia Peruana e o amigo fiel de Bernardo Andreas e a psicóloga Susanna.
Com o desenrolar da estória/história, você vai conhecendo Bernardo e seu intenso evolvimento com Samantha, suas ações, sua paixão e a descoberta do amor, o passado nublado de Mazzari, o que realmente Carrara deseja e como Susanna não é só uma psicóloga e suas atitudes nos deixam confusas em suas ações e sim como toda estória/história tem dois lados.


"Quaisquer que fossem minhas razões, meus julgamentos ou minhas ilusões, eu havia prometido para Rainha que acreditaria em tudo o que me contasse nas sessões.  Ainda assim, meu único pensamento era que ele estava mentindo para mim".

Você deve se questionar o porque de ter falado que o livro trata de assuntos como religião ou até mesmo homossexualidade, ai só você começar a ler, afinal de contas esse é o segredo deste livro, fica tudo sublinhado, o jogo de xadrez com que o Bernado(Rainha) faz ser seu relato para Mazzari (Bispo), segredos compartilhados, sentimentos e emoções a descoberta do que muita gente classifica como errado, mas principalmente a descoberta do amor. 


"Não encontro jeito melhor de exemplificar minha hist´ria do que colocá-la disposta em tabuleiro como um jogo preste a começar"

Então boa Leitura!
Ficou interessado vai lá na amazon!!