"Apenas sentimentos, refletidos através de uma conversa, filme, livros, séries, tudo aquilo que nos faz enxergar a vida de uma forma diferente e irrefletida em nossas emoções".

quinta-feira, 24 de abril de 2014

Livros

Essa foi minha primeira paixão, não foi rápida, nem fulminante, veio aos poucos, quando me transportava para um tempo diferente e me apaixonava por aquele personagem, ai ele me deixava inebriada, até o dia era diferente quando estava com ele, sim era possessiva, queria toda atenção para mim, queria o seu amor, sentir tudo aquilo que me reprimia e que ele reprimia, nossa era uma amor sublime.
Esse meu grande amor era "O Capitães e os Reis - Taylor Caldwell", não podia ser nada simples, tinha que ser complicado, eu tinha que entrar numa época difícil e ele tinha que ser inadequado, mas assim mesmo ele me pegou de uma forma que até hoje não me larga, era um homem-menino ou vice-versa, era um cavalheiro, com seu lado escuro e claro eu tinha que ser a mulher decidida e apaixonada, que gostaria de largar tudo por este amor, há como sinto falta dos meus 12 anos, quando o amor era a ponte de liberdade, quando somos capazes de tudo, o amadurecimento nos turve a face do amor, hoje me sinto um velha, que se perdeu e vive nos livros.
Nada me dá mais prazer do que ver a cama cheia de livros,  ler um bom livro, tentar transmitir aos outros o que aprendi lendo, e sim vivo um amor a cada livro, mas nada supera o meu verdadeiro amor Joseph, era como o meu Sol e uma Lua cheia brilhante.