"Apenas sentimentos, refletidos através de uma conversa, filme, livros, séries, tudo aquilo que nos faz enxergar a vida de uma forma diferente e irrefletida em nossas emoções".

sábado, 19 de abril de 2014

Chuva

Eu tenho uma louca paixão pela chuva, me sinto conectada com ela, admiro sua clareza e fico mais feliz ainda quando vem aquela com trovões e raios, parece que esta transmitindo meus sentimentos, está falando só comigo, mas vejo que está todo mundo ouvindo e vendo, como é difícil demonstrar sentimentos.
Antes de começar a escrever, veio uma música bem antiga e também brega, vamos lá relembrar Leandro e Leonardo "Chuva no telhado, vento no portão, e eu aqui nesta solidão...", já faz um tempo que sinto uma solidão completa com tudo, sabe quando você não sabe mas como agir, e começa a fazer as coisas no piloto automático, me vejo assim, e mesmo desta forma me machuco.
Sei, que não sou a melhor pessoa do mundo, não sou tão boa quanto as pessoas chegam a pensar, mas ainda sim tenho sentimentos, mesmo que não saiba como falar deles e também manifestar, me machuco com pouca coisa, sou sensível ao quadrado, sou exagera, sou chorona, sou medrosa e corajosa, tenho receios de acreditar e confiar em alguém, se estou melhorando muito, mas mesmo assim, anseio pela chuva, é um momento de entrega, escutar o barulho da chuva é um calmante, é o momento que me sinto parte do universo, vejo que às pessoas podem realmente me ver, é como se estivesse mostrando ao mundo tudo o que sou, pena que não se é fácil traduzir, mas quem sou eu para ser uma tradução, gosto mesmo de ser complicada, assim fica mais gostoso a conquista.
Há quanto tempo, não sento com um amigo e converso sobre os meus problemas, não escuto os deles, a quanto tempo alguém me pergunta com sinceridade como estou, a quanto tempo me vejo no meu mar de chuva(choro) sem ter com quem compartilhar, mesmo assim, tento me fortalecer na minha dor, mas tenho medo de ficar cínica ou desacreditar nas pessoas, ai sei que tudo irá mudar.