"Apenas sentimentos, refletidos através de uma conversa, filme, livros, séries, tudo aquilo que nos faz enxergar a vida de uma forma diferente e irrefletida em nossas emoções".

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Primeiro livro lido no Lev




Um momento de descontração, aquele em que você decide realmente pegar o seu Lev e ler um romance mel com açúcar, para que melhore o seu dia, e o engraçado que foi um sentimento dúbio esse.
Depois de um longo tempo ser ler aqueles livros de Clássicos Históricos e de não está tão seletiva referente aos autores, logo que abri, já me preparava para uma aventura um momento tranquilo de leitura, mas os livros sempre são um mais em nossa vida, porque eles fazem parte de momentos únicos e representam muitos mais que se possa imaginar.
Esse livro tem um triangulo amoroso entre irmão ou apenas um desejo de ter aquilo que o outro tem, o surgimento da inveja e disputa entre ambos.
Lady Miranda, não sabia se uma Lady completa, não foi criada para ser uma, tinha dentro de si, mas segredos do que um cavalheiro poderia aceitar, mesmo assim foi a luta para conquistar seu espaço, com o conhecimento maior do mundo da plebe do é possível e com conselhos de uma meretriz na cabeça.
Marcus Radwell, já tinha perdido uma mulher e um suposto filho, não tinha interesse em casar novamente e nem cumprir a promessa que tinha feito a mãe moribunda, mesmo assim pela honra decide tomar Lady Miranda como esposa e ai sim, toda a sua vida se transforma, tudo o que lhe é certo ou errado tem um novo sentido, mas principalmente surge novamente em si o amor.
Um romance com momentos de descontração, um amor improvável e também desejo de uma aventura, e a confiança que tudo pode acontecer, basta que você se entregue.
Esse livro não quis colocá-lo no desafio, pois a dúvida foi grande de qual posição.