"Apenas sentimentos, refletidos através de uma conversa, filme, livros, séries, tudo aquilo que nos faz enxergar a vida de uma forma diferente e irrefletida em nossas emoções".

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Alunos (Discente) X Professor (Docente)

Neste período, aprendi como proceder entre o inferno e o paraíso, principalmente onde pude reconhecer que ter Cobras Najas como amigos é mais fácil de se ter para aprendizagem do que engolir Sapos venenosos do tamanho do E.U.A, a intensidade em aprender a conviver com o ódio, rancor, mágoa, despeito e colocar em prática o bem, retribuir-lhe o mal com o bem, quase nos fez ganhar um terreno no céu, e ainda do lado da casa de Deus.
Nada é mais gratificante que, acredito, para um professor ser admirado e respeitado pelos seus perspectivas alunos, porém, quando ocorre o contrário, faz com que os mesmos alunos, sintam-se perseguidos, desanimados e com o ódio no coração, mas isso só ocorre quando determinado docente faz por onde, fica com indiretas dentro de sala de aula, mostrando-se superior aos alunos e principalmente, por ter saído há pouco mais de 1 ano do banco estudantil, sentindo-se onipotente frente a todas as outras pessoas.
Respeito e admiro por demais, a profissão de professor, pois graças a eles, adquirimos conhecimentos, mas nem todos tem o respeito por seus alunos e também esquecem que antes de terem chego a onde estão um dia, foram os alunos.
Mas nem tudo está perdido, você decide fazer o curso de férias, e aconselha a sua amiga também a se inscrever, como diz o ditado: de boas intenções o inferno tá cheio, sim foi isso que aconteceu, estamos amargando ás férias, sofrendo verdadeiros momentos de torturas, com o dito professor, aí você começa a pensar em cenas de assassinato e de violência, já que mais da metade da turma está no mesmo pensamento, mas HÃ é melhor ter calma, pois aquele que muito sabe "COUBE" como docente e "AMAZONENCE" quem somos nós simples e ignorantes discentes sentados ainda no banco escolar, buscando o aprendizado.
Não posso esquecer o nosso Alfa, e sua frase "eu não bati na minha mãe", fazendo o trocadilho para " eu espanquei minha mãe".
Ainda bem, que setembro já está terminando.